Tudo o que precisa saber para fazer um simulacro

O simulacro é um exercício fundamental na segurança contra incêndios.

Anteriormente abordamos as vantagens da realização de um simulacro – conheça-as aqui – e, agora, vamos explicar tudo o que precisa de saber para realizar um simulacro.

Quem é o responsável pela realização do simulacro?

A organização dos simulacros está normalmente sob a alçada do delegado de segurança. No entanto, é muito importante assegurar a presença de um observador credenciado, de preferência externo, para garantir que todo o processo é bem elaborado, e para fazer uma avaliação imparcial de todo o processo.

Os simulacros são todos iguais?

Idealmente, não. Os simulacros devem reproduzir diferentes cenários, de forma a testar diferentes situações, maximizando os seus benefícios.

Quem é que define a situação que se vai simular?

A mesma pessoa que está responsável pela organização. É também por isso que é importante contar com ajuda externa de um profissional experiente, que auxilie em todo o processo, desde a fase de planeamento.

Posso simular mais que uma situação?

Sim. E também pode repetir cenários que já foram representados em anos anteriores, caso queira. Repetir os cenários poderá ser importante, especialmente se as pessoas que permanecem no edifício mais tempo já não são as mesmas.

Tenho que avisar os bombeiros do simulacro?

Sim. Todas as entidades que seriam envolvidas na situação caso esta fosse real devem ser envolvidas na realização do simulacro.

Devo envolver toda a gente que está no edifício?

As pessoas a envolver podem variar, consoante o cenário do simulacro. No entanto, os elementos da equipa de segurança, definidos nas Medidas de Autoproteção aprovadas, têm obrigatoriamente de fazer parte do simulacro.

Como posso garantir que corre tudo bem no simulacro?

Todo o simulacro deve ser planeado ao pormenor: o cenário, as pessoas a envolver, as respetivas responsabilidades, os objetivos, os parâmetros de avaliação, etc. Um planeamento minucioso é fundamental para o sucesso da atividade!

Quanto tempo demora um simulacro?

Depende de vários fatores, nomeadamente do tamanho do edifício e do número de pessoas evacuadas.
Contabilizando já com a reunião prévia, realizada imediatamente antes do simulacro – e em que participam as forças de segurança envolvidas –, a execução do simulacro em si, e a reunião após a simulação, a atividade poderá demorar até ao máximo de 2horas.

Quem elabora o relatório da atividade?

A pessoa a quem foi atribuído o papel de observador. Como já foi referido anteriormente, esse papel pode – e deve – ser assumido por uma pessoa externa à entidade e ao edifício.

Se o relatório identificar correções a fazer, tenho que realizar outro simulacro?

Não, mas tem que garantir que essas correções são feitas. Por exemplo: no simulacro o alarme não dispara porque a central de incêndio está desligada. O relatório vai identificar esta não conformidade, e os responsáveis pelo edifício têm que garantir que essa situação é resolvida, e que a central de incêndio está sempre ligada.

O que acontece se eu não realizar um simulacro?

Se o edifício estiver sujeito a simulacros periódicos obrigatórios por lei, poderá ser multado pela não realização dos mesmos. A não realização de simulacros constitui uma contraordenação, (conforme estabelecido na alínea ff), do ponto 1, do artigo 25º do Decreto-lei n.º 220/2008 de 12 de novembro – na sua atual redação), e é punível com coima de 275 € até 2750 €, no caso de pessoas singulares, ou até 27 500 €, no caso de pessoas coletivas (conforme estipulado no ponto 3 do mesmo artigo).

Na Alves & Rasteiro Engenharia, Consultoria e Formação, temos uma vasta experiência na realização de simulacros, definindo os cenários mais adequados a cada edifício, supervisionando todo o processo, e elaborando o relatório final, detalhando todas as correções necessárias e listando sugestões de melhoria que reforcem a segurança e a preparação das pessoas e das infraestruturas para uma resposta mais célere e eficaz em caso de deflagração de um incêndio.

Está na altura de realizar um simulacro no seu edifício? Nós ajudamos, contacte-nos! 


Partilhar:

Precisa de ajuda?